PT EN FR

   |  

A Associação de Cinema e Audiovisual de Cabo Verde realizou ontem, 31 de Março, uma cerimónia de distinção dos primeiross sócios honorários e sócios ordinários efetivos, no auditório Almeida Santos na Universidade Jean Piaget de Cabo Verde.

Esta cerimónia foi realizada com objetivo de justificar todo o apoio que estes têm disponibilizado à associação, trabalhando em conjunto, no sentido de fazer emergir a primeira lei do cinema que retrata as actividades cinematográficas no seu todo. 

 O evento que marcou o  10º Aniversário da Associação do Cinema e audiovisual de Cabo Verde em que o primeiro-ministro, Ulisses Correia e Silva, e ministro da Cultura e das Indústrias Criativas, Abraão Vicente, foram distinguidos como Sócios Honorários da ACACV, numa cerimónia em que também mereceram distinção os Sócios Ordinários Efectivos que se destacaram durante o ano de 2021.

Também foram distinguidos os sócios ordinários que tiveram de fazer obras durante o ano 2021, nomeadamente a Hermínia Curado, o ex-presidente da associação, Mário Benvindo Cabral, o Nelson Alves, mas também o Nuno Rebocho, um dos fundadores, a título póstumo.

Segundo o Presidente da ACACV Júlio Silvão Tavares nesses 10 anos a Associação de Cinema de Audiovisual de Cabo Verde teve alguns desafios, como por exemplo, a regulamentação dos estatutos para permitir melhor avaliação e participação dos seus associados, a curto prazo, e outros.

Julio Silvao ACACV

Pin It

Últimas Noticias

Formação na produção de filmes

Georgina Fernandes